fbpx

O Google Ads disponibiliza uma grande variedade de métricas para a análise de resultados, o que pode acabar confundindo alguns usuários sobre quais dessas métricas analisar para avaliar a performance das campanhas.

Por este motivo, neste artigo, separamos as 5 métricas mais ESSENCIAIS (na nossa opinião) da rede de pesquisa da plataforma!

Falando nisso, nós fizemos um vídeo resumindo o conteúdo desse artigo. Caso você queira ver, é só conferir aqui embaixo:

1. CTR (Taxa de Cliques)

O CTR é, nada mais nada menos, que a taxa de cliques do seu anúncio, grupo de anúncios, ou campanha. Para calculá-lo, basta dividirmos o número de cliques pela quantidade de impressões.

Beleza, mas qual é a importância de analisar o CTR?

Basicamente, ele vai mostrar se o seu anúncio está atrativo, ou não, para o seu público-alvo, sua persona e também para a palavra-chave que ativa esse anúncio.

Por exemplo, se o seu anúncio estiver gerando muitas impressões, mas poucos cliques, isso quer dizer que ele não está chamando a atenção da sua persona.

Portanto, você deve reavaliar seus títulos, descrições, palavras-chave… enfim, tentar otimizar esse anúncio e, também, considerar aumentar o seu CPC (custo por clique) máximo.

2. CPC Médio

O CPC médio mostra, em média, quanto você está pagando por cada clique em determinada campanha, grupo de anúncios ou anúncio.

Essa métrica é legal, porque ela possibilita a você, ter uma noção de quantos cliques vão ser precisos para esgotar o seu orçamento diário, ou seja, você consegue ter uma ideia de quantos cliques você pode obter por dia, dentro da quantia que você definiu estar disposto a pagar para o Google Ads, diariamente.

O CPC médio é ainda mais interessante em mercados mais competitivos ou com palavras-chave mais caras, pois nessas situações, você acaba tendo que acompanhar essa métrica mais de perto, para escolher as palavras com melhor custo/benefício.

3. Índice de Qualidade

O Índice de Qualidade (IQ) é uma avaliação feita pelo Google, com uma nota de 1 a 10, que mede a qualidade das suas palavras-chave, levando em consideração os seus anúncios e páginas de destino.

Ficou meio confuso, né?! Calma que eu vou esclarecer!

Por exemplo, se a sua palavra-chave obter um Índice de Qualidade nota 10, isso quer dizer que, quando os usuários pesquisam por essa palavra-chave, eles se interessam, pois o seu anúncio tem TOTAL RELEVÂNCIA com a palavra-chave em questão.

Além disso, isso também significa que, quando o usuário clica no seu anúncio e é direcionado a página de destino, ele costuma ter uma boa experiência no seu site.

A boa experiência no site pode ser consequência de diversos fatores, entre eles: página rápida e conteúdo relevante e relacionado ao termo pesquisado pelo usuário.

Resumindo: palavra-chave, anúncio e página de destino devem estar diretamente relacionados.

Por que o IQ é importante?

Quando o Google faz o ranqueamento para determinar a posição de cada anúncio, o Índice de Qualidade é importantíssimo para o seu anúncio ficar bem posicionado.

Qual nota devo buscar?

No geral, uma nota acima de 7 já pode ser considerado um bom Índice de Qualidade. É claro que, em mercados mais competitivos, talvez você precise buscar um 8, 9, ou até mesmo um 10. Contudo, na maioria dos casos, a partir de 7 já está de bom tamanho.

4. Custo/Conversão (CPA)

O Custo/Conversão, como o próprio nome já diz, é quanto você está pagando por cada conversão. Essa conversão pode ser um lead, uma venda, uma ligação… enfim, depende do que você tiver configurado como conversão dentro da sua conta.

A grande maioria dos anunciantes tem como objetivo principal no Google Ads gerar conversões. Portanto, essa métrica é fundamental para você ter um controle dos seus gastos e da sua performance para obter resultados com o Google Ads.

5. Taxa de Conversão

Por último, mas não menos importante, temos a taxa de conversão. Essa métrica mostra a frequência com que uma interação com o seu anúncio resulta em uma conversão.

Resumindo: é o número de conversões dividido pelo número de cliques.

Como posso saber se a minha taxa de conversão está boa?

Isso varia de acordo com o seu mercado, para um e-commerce, por exemplo, a taxa de conversão média do mercado é por volta de 1%.

Agora, quando falamos de mercados que trabalham com conversão de leads, varia bastante. Pode ser 5%, 10%, 15%, 30%… enfim, não existe uma porcentagem exata, vai depender do nicho que você ou sua empresa estão inseridos.

#Partiu analisar a performance do seu Google Ads?

E aí, está preparado para analisar essas métricas na prática? Lembrando que são métricas mais voltadas a rede de pesquisa.

Caso você trabalhe com anúncios de vídeo, algumas dessas métricas vão mudar, mas o Google Ads disponibiliza diversas outras métricas, não deixe de explorá-las e escolha aquelas que façam mais sentido para o seu negócio.

Se você estiver com dificuldades para entender a plataforma, dá uma conferida no nosso curso completo de Google Ads. Pode ter certeza que vale a pena o clique!

Se você gostou desse post, não esqueça de deixar o seu comentário logo abaixo. Vai ser bem legal ter a sua participação por aqui. Abração e até a próxima!

Título "Curso Completo de Google Ads + Remarketing + Youtube Ads" e, ao lado, o ícone do curso de Google AdsPowered by Rock Convert
Lourenço Marcon de Azevedo

Lourenço Marcon de Azevedo

Olá, meu nome é Lourenço. Sou completamente fissurado por empreendedorismo, marketing digital, tecnologia, inovação e aquele bom e velho futebolzinho no final de tarde. Busco estar constantemente atualizado nestes temas, pois sou adepto da filosofia de que seremos eternos aprendizes. Além disso, sou analista de mídia e gestor de tráfego na M2up. Se quiser saber mais sobre mim, fique a vontade para me procurar nas minhas redes sociais.

Deixe seu comentário :)